Entre em contato

(43) 3343-5001

05.09.2018

Bom momento para investir em um imóvel na planta em Londrina

O crescimento que o mercado imobiliário vem apresentando em 2018 conforme dados do Secovi-SP (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo), faz com que a compra de um apartamento na planta volte a ser uma excelente opção de investimento, já que o comprador tende a pagar um valor menor pelo bem, que ainda está em fase de projeto. Dependendo da localização, área de lazer e outros fatores, como o crescimento do entorno, pode fazer com que o imóvel valorize algo perto de 30% até sua conclusão.

Com o lançamento de novos empreendimentos em Londrina, além da alta demanda de imóveis usados, também fez o preço cair, o que torna a compra ainda mais atrativa. “É um investimento que tende a valorizar muito, principalmente quando o comprador consegue fazer a aquisição nos primeiros dias após o lançamento, quando a tabela não sofreu correções e as construtoras mantém promoções e vantagens de momento”, ressalta o consultor imobiliário Wellington Tasca, um dos sócios da GNI Negócios Imobiliários.

No entanto, que antes de fechar negócio é preciso pensar no financiamento e sua burocracia para o caso de quem não vai comprar à vista. “Na maioria dos casos, imóveis na planta possuem condições mais facilitadas de pagamento, mas isso não impede que o comprador faça um planejamento prévio”, alerta a também consultora imobiliária, Patrícia Priamo, outra sócia da GNI. Ele lembra que nos últimos meses, os bancos públicos e privados diminuíram os juros e melhoraram as condições de financiamento tanto para imóveis na planta como para imóveis novos.

Personalização

Outra vantagem de adquirir um imóvel na planta é a possibilidade de personalizá-lo de acordo com seu gosto e necessidade. Como ele ainda não começou a ser construído, o futuro proprietário pode sugerir alterações de piso e acabamentos, na decoração dos ambientes comuns e até mudanças no projeto estrutural, desde que a engenharia permita.